Menu
Your Cart
Frete GRÁTIS para compras acima de R$ 200,00
Pague em 5x SEM JUROS no cartão de crédito
GANHE 5% de desconto ao retirar na loja

Itinerância

Itinerância
Itinerância

Autor: Roberto Saturnino Braga

Editora: Contraponto

Encadernação: Brochura
Ano: 2016
Número de páginas: 232
Formato: 14 x 21

R$ 40,00
R$ 30,00
  • Stock: Em estoque
  • Editora: Contraponto
  • ISBN: 9788578661243
Saturnino Braga, ou simplesmente Saturnino, é um dos poucos homens públicos honestos e sinceros. Foi deputado federal, senador da República pelo Rio de Janeiro, prefeito carioca e vereador na capital. Em nenhum desses postos enfiou as mãos no erário. E olhe que estamos diante de um cidadão com atividades políticas e administrativas para além de cinquenta anos. Sempre honestamente. Com essa disposição e essa coragem desafiou a cautela dos anjos. Isso mesmo. Em qualquer recanto democrático deste velho e corrompido mundo tais entes espirituais nunca transitam pelos caminhos da política. Evitam os riscos de contaminação. Saturnino, um homem de fé espiritual muito própria, desafiou a cautela dos querubins e não cedeu. É um caso exemplar. Depois de cinco décadas, ou mais, ele deixou a vida pública sem sinais de queimadura ou sequer sair chamuscado. Nunca drenou o dinheiro público para causas próprias. Nem por isso, entretanto, invoca a sua ilibada conduta ao falar da política, da qual tanto gosta. Esse político lidou bem com a política. Conhece dela as virtudes e os vícios. E a entende, além de outras razões, a partir da distinção proposta por Max Weber entre a ética da convicção e a ética de resultados: "Na política, é dominante a exigência de resultados em termos da satisfação e da felicidade da sociedade, e o juízo da coletividade admite muitos desvios em relação aos ditames da ética, se necessários forem para a consecução desses resultados", sustenta Saturnino Braga. Ao acompanharmos os muitos caminhos que Saturnino percorreu, entre os quais estão algumas angústias pessoais, são destacáveis as razões dos bloqueios e ataques do jornalismo conservador a um político progressista. Ele sempre afirma e reafirma sua convicção e assim se explica: "Ser estatizante e ser sonhador são duas das principais características de um político de esquerda." Partidariamente, foi por onde sempre andou. Lá pelas tantas, ele escreve: "Sou brasileiro e gosto do Brasil." O texto soa como um brado nacionalista. É o que ele é. Saturnino não se conforma com a dominação do Brasil, sob o jugo norte-americano. Este livro é uma grande lição sem as amarras da didática. O autor escreve o que pensa e o que sente, sem se incomodar com opiniões discordantes e sem incorporar a arrogância. Por isso não impõe. Propõe. Saturnino Braga é marcado por invejável serenidade política. Ele, porém, não sufoca a coragem.

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.