A arte de escrever em 20 lições

Indisponível
Uma pergunta nos ocorre desde já: devemos escrever? Não será mau serviço favorecer as tendências para se cobrir de letras o papel? Não haverá bastantes escritores? Será preciso avisarmos os que escrevem mal? Estamos inundados de livros. Que será a literatura, quando toda a gente a praticar? Ensinar a escrever não será impelir o próximo a publicar tolices? Não será rebaixar a arte o pô-la ao alcance de todos e não a amesquinharemos, tornando-a mais acessível?[...]Quase todas as pessoas escrevem mal porque não se lhes demonstrou o mecanismo do estilo, a anatomia da escrita, nem como se encontra uma imagem e se constrói uma frase. Impressionei-me sempre com a quantidade de pessoas que poderiam escrever e que não escrevem, ou escrevem mal, por não terem alguém que as desimpedisse das ligaduras em que estão comprimidas.[...]O meu alvo é mostrar no que consiste a arte de escrever; decompor os processos de estilo; expor tecnicamente a arte da composição; ministrar os meios de aumentar e ampliar as aptidões do estudioso, isto é, duplicar-lhe e triplicar-lhe o talento; em poucas palavras: ensinar a escrever quem quer que não o saiba, mas que tenha o que é preciso para o saber.

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Editora: VIDE Editorial

Ano: 2015

Número de páginas: 300

Idioma: Português


Etiquetas: Antoine Albalat