Sobre a Flanarte

A Flanarte Livros foi fundada em 2005 apresentando um novo conceito no comércio de livros, preocupando-se em disponibilizar aos leitores os melhores títulos nas áreas de ciências humanas, literatura e artes.

 

O nome da livraria surgiu da união de duas palavras escolhidas não aleatoriamente, mas considerando as suas significações: "flâneur" + arte = Flanarte.  O "flâneur", idealizado por Charles Baudelaire, é aquele que caminha pela cidade a fim de experimentá-la, valorizando objetos, lugares e pessoas que o observador comum não repara. Baudelaire foi interpretado e incorporado por Walter Benjamin, que em suas andanças pelas ruas e galerias de Paris, decifrava de forma artística o espaço urbano moderno, descrevendo em seus textos suas experiências.  Inspirado neste conceito e no ofício de livreiro realizado como arte, foi criada a Flanarte Livros.  O lugar arquitetonicamente ideal para abrigar esta livraria seria o interior de um prédio em uma megalópole frenética, fugindo ao olhar do caminhante comum, mas ao alcance do "flâneur" contemporâneo que busca a arte através dos livros. O lugar:  Rua Sete de Abril, 264 - São Paulo.

 

A Flanarte Livros dispõe de um acervo de mais de 80.000 títulos com destaque para as áreas de artes plásticas, crítica de arte, cinema, teatro, música, poesia, crítica literária, linguística, filosofia, história, sociologia e literatura clássica (incluindo os livros que já nascem clássicos!). Dispõe ainda de estantes exclusivas sobre modernismo, concretismo, ensaios culturais e uma estante inusitada, denominada de “a margem...”, que conta com autores considerados “malditos”, vanguardas artísticas (dadaísmo, surrealismo, ...) e movimentos de contracultura, com destaque para os “Beatniks”.

 

Está disponível aos “flâneurs” virtuais novidades diárias em nosso site, e dicas de livros, filmes, músicas e artes nas redes sociais. Siga-nos!

 

Flanarte Livros, um lugar para ser descoberto.